O que é?

O biodiesel é um combustível biodegradável feito a partir de sementes oleoginosas (óleos vegetais) e/ou gorduras animais através de um processo químico designado por transesterificação.

Pode ser utilizado nos veículos automóveis com motores a diesel, em mistura ou em substituição do diesel derivado do petróleo.

Trata-se de um combustível com características muito semelhantes ao diesel de origem fóssil e, como tal, não requer qualquer modificação prévia nos motores. Qualquer veículo a diesel pode utilizar o biodiesel.

Qualidade

Na Europa, a normalização dos requisitos para o biodiesel é regulada pela Norma EN 14214. O biodiesel comercializado, tal como o combustível fóssil, deve cumprir esta norma.

A Norma Europeia define os valores permitidos para as propriedades e características do biodiesel. Estes parâmetros determinam os padrões de identidade e qualidade do biodiesel.

A qualidade do biodiesel condiciona o funcionamento e tempo de vida do motor do veículo. Garanta um produto de qualidade!

Curiosidades

O Sódio é um componente muito importante no fabrico do biodiesel, uma vez que é o catalisador da reacção. No entanto, o seu teor no biodiesel está relacionado com a eficácia de lavagem do biodiesel. Uma ineficaz lavagem e remoção do sódio é leva à corrosão do motor.

O metanol é o reagente que vai reagir com as gorduras e, por transesterificação, origina o biodiesel e o glicerol. Mais uma vez, a sua ineficiente remoção e consequente presença no biodiesel destrói as borrachas do sistema de injecção de combustível.

O biodiesel pode ser utilizado em qualquer altura do ano e independentemente da temperatura quando cumpre os requisitos da norma europeia.

Assim, certifique-se que o combustível que utiliza no seu veículo está monitorizado de acordo com os requisitos da norma europeia EN 14214.

Vantagens

A utilização de biodiesel como substituto do gasóleo de origem fóssil apresenta inúmeras vantagens. Conheça os benefícios ecológicos, técnicos ou financeiros que lhe são oferecidas ao utilizar biodiesel:

  1. Redução de emissões de gases tóxicos para a atmosfera (Monóxido de Carbono, Dióxido de Carbono, Óxido de Enxofre, etc.) e partículas,
  2. Biodegradável e não tóxico.
  3. Utilização de uma energia renovável
  4. Possui um importante efeito de lubrificação, prolongando a vida do motor e reduzindo o ruído dos veículos
  5. Possui um maior poder dissolvente, o que faz com que não se acumulem resíduos
  6. Redução da dependência energética,
  7. Preço competitivo